Vasco sai na frente, mas sofre a virada e perde para a Ponte

domingo, 27/10/2013

Após a boa atuação do Vasco na vitória por 3 a 2 sobre o Goiás, pela Copa do Brasil, o Gigante foi ao Moisés Lucarelli encarar a Ponte Preta, às 16h, pela 31ª rodada do Brasileirão 2013. Em campo, o Cruzmaltino saiu na frente, mas acabou perdendo por 2 a 1. Com o resultado, o Vasco caiu para o décimo oitavo lugar, com 33 pontos. Agora, o Vasco volta a campo no próximo domingo (03/11), às 17h, quando recebe o Coritiba.

O jogo

Vasco pressiona e sai em vantagem na primeira etapa

Com as duas equipes precisando da vitória, a partida começou bastante disputada e com poucas chances de perigo. Contando com a força da torcida, mesmo fora de casa, o Gigante da Colina assustou aos cinco minutos, após tentativa de cruzamento do zagueiro Cris, o goleiro Roberto se esticou e conseguiu mandar a bola para escanteio. Mas, na cobrança, a zaga campineira conseguiu afastar. Aos 11, em novo escanteio para o Vasco, Marlone bateu fechado, mas Jomar não conseguiu desviar para o gol.

Quatro minutos depois, após novo ataque vascaíno pela lateral, Yotún cruzou e Diego Sacoman desviou contra o próprio patrimônio, abrindo o placar. Em resposta, aos 21, Rildo cobrou falta fechada em direção ao gol do Vasco, mas Alessandro defendeu com tranquilidade. Aos 24, após dividida com Rildo, o goleiro Alessandro ficou caído no gramado e a partida não foi paralisada, até que Jomar cometeu falta. Na sequência, depois de três minutos de paralisação, o árbitro voltou atrás e deu bola ao chão. Aos 33, Reginaldo recebeu na entrada da área, mas finalizou para fora.

Aos 37, após tabela entre Nei e Reginaldo, o lateral vascaíno cruzou, mas a bola desviou e saiu em escanteio. Na cobrança de Marlone, Diego Sacoman afastou de cabeça. Aos 43, Thalles recebeu no campo de ataque e ajeitou para Francismar, que chegou batendo, mas a bola saiu em tiro de meta. Em resposta, dois minutos depois, Rildo aproveitou desatenção do goleiro Alessandro e chutou forte para o gol, mas o arqueiro vascaíno se redimiu e salvou o Gigante em duas oportunidades. E, aos 51, após nova paralisação, o árbitro Sandro Meira Ricci encerrou o primeiro tempo.

Vasco não mantém mesmo ritmo e perde o jogo

Sem alterações, o Vasco voltou com tudo para a segunda etapa, mantendo a posse de bola. Aos cinco, Jomar avançou pela intermediária e arriscou, mas a bola saiu em tiro de meta. Quatro minutos depois, Adrianinho tentou lançar Rafael Ratão na ponta direita, mas passe saiu forte demais. Aos 12, Uendel levantou na área e Jomar afastou para escanteio. Na cobrança, Ferron subiu e cabeceou forte, mas a bola passou sobre o travessão. Aos 17, após agressão no lateral Yotún, Ferron foi corretamente expulso. Com um a mais, o Gigante foi ao ataque com Willie, que entrou no lugar de Reginaldo, mas acabou se desequilibrando ao tentar o cruzamento e a Ponte Preta retomou a posse de bola.

Em resposta, no minuto seguinte, Leonardo soltou a bomba da entrada da área e Alessandro fez uma excelente defesa. No rebote, Rildo cabeceou e Alessandro salvou o Vasco. Aos 25, Yotún levantou para Willie, que cabeceou para fora, mas a arbitragem já assinalava impedimento do atacante vascaíno. Dois minutos depois, Thalles recebeu na entrada da área, driblou o goleiro e, com muita calma, rolou para Willie, que pegou mal na bola. Na sobra, Nei foi travado na hora do chute. Em novo contra-ataque, Francismar arriscou de longe, mas a bola explodiu no travessão.

Aos 30, Uendel invadiu a área e tocou para Adailton, que não conseguiu dominar a bola e dividiu forte com o goleiro Alessandro. Quatro minutos depois, Adrianinho recebeu na área, limpou a marcação e empatou a partida. Após o gol, a Ponte Preta chegou a pressionar em busca da virada, mas esbarrou na forte marcação vascaína. Aos 44, Uendel apareceu livre pela lateral esquerda e chutou, mas Alessandro não foi bem à bola e a Ponte Preta virou a partida. Cinco minutos depois, o árbitro Sandro Meira Ricci encerrou o jogo.

Próximo jogo

Agora, o Vasco volta a campo no próximo domingo (03/11), às 17h, quando recebe o Coritiba.

Ficha Técnica
PONTE PRETA 2 X 1 VASCO

Local: Moisés Lucarelli, Campinas (SP)
Data-Hora: 27/10/2013 – 16h (de Brasília)
Árbitro: Sandro Meira Ricci (PE)
Auxiliares: Guilherme Dias Camilo (MG) e Marcelo Bertanha Barison (RS)
Cartões amarelos: Nei, Sandro Silva, Reginaldo (VASCO);
Cartão vermelho: Ferron (PONTE PRETA); Nei (VASCO);
Gols: Diego Sacoman (C), 15/1ºT (0-1); Adrianinho, 34/2ºT (1-1); Uendel, 44/2ºT (2-1);

PONTE PRETA: Roberto; Régis, Ferron, Diego Sacoman e Uendel; Baraka, Alef, Adrianinho; Rildo (Adailton, 28/2ºT), Rafael Ratão (Fernando Bob, 18/2ºT) e William (Leonardo, 18/1ºT). Técnico: Jorginho.

VASCO: Alessandro; Nei, Jomar, Cris e Yotún (Jhon Cley, 37/2ºT); Sandro Silva, Wendel (André, 37/2ºT), Marlone e Francismar; Reginaldo (Willie, 21/2ºT) e Thalles. Técnico: Dorival Júnior.