Vasco treina em São Luís visando a partida contra o Coritiba

domingo, 10/10/2021

Na manhã deste domingo (10/10), poucas horas após enfrentar o Sampaio Corrêa no Castelão, o elenco do Vasco da Gama retornou aos treinamentos com foco em seu próximo compromisso, o jogo contra o Coritiba, pelo Campeonato Brasileiro, marcado para o próximo sábado (16), em São Januário.

A atividade foi realizada em São Luís, no Estádio Nhozinho Santos, onde mandam suas partidas o Moto Club e o MAC, clubes tradicionais do Maranhão. A manhã foi dividida em trabalhos físicos, técnicos e táticos. Participaram da movimentação os jogadores que não foram titulares no compromisso do último sábado (09). Os titulares realizaram treino regenerativo no hotel.

Daniel Amorim durante treinamento no Nhozinho Santos- Fotos: Rafael Ribeiro/Vasco.com.br

Com três vitórias, dois empates e uma derrota em seis jogos no comando do Gigante da Colina, o técnico Fernando Diniz avaliou o desempenho diante do Sampaio Corrêa. Para o comandante, o Cruzmaltino não saiu de campo com o resultado positivo por não ter conseguido transformar as inúmeras oportunidades criadas em gols. A falta de eficiência foi o fator apontado pelo treinador como responsável para a não conquista dos três pontos.

– Tivemos grandes chances para sair com a vitória, infelizmente não conseguimos o placar. Não poderíamos ter tomado um gol de bola parada, que era praticamente a única chance do Sampaio Corrêa jogando com um a menos. Jogamos de maneira equivocada, especialmente com um a mais. Ficamos muito preocupados em fazer o gol e cedemos alguns contra-ataque. Um deles foi a origem do escanteio do gol do Sampaio. Mas não vi uma equipe abatida. Vi uma equipe tentando. Tanto que o goleiro deles foi o melhor em campo e tivemos um pênalti no fim da partida – analisou Fernando Diniz, projetando na sequência o importante compromisso diante do Coritiba.

– Para o jogo com o Coritiba, agora é se refazer dessa derrota, aprender com aquilo que aconteceu hoje, fazer de tudo para vencer em casa e subir de novo na tabela. E rumo ao nosso objetivo, que é o acesso. Todo mundo ficou chateado com a derrota para o Sampaio, mas seguimos com a cabeça em pé e acreditando no acesso – finalizou o comandante cruzmaltino.