Vasco vence o Macaé pela Taça Guanabara Sub-20

quarta-feira, 11/08/2021

O Vasco da Gama venceu o Macaé por 3 a 0, nesta quarta-feira (11/08), em partida adiada da 8ª rodada da Taça Guanabara Sub-20. Os gols vascaínos fora anotados por Marlon Santos, Tavares e Marcelinho. Com esse resultado os Meninos da Colina chegaram aos 22 pontos e assumiu a 2ª colocação. O próximo compromisso da equipe comandada pelo técnico Alexandre Gomes será pelo Campeonato Brasileiro, diante do Flamengo, na próxima sexta-feira (13), às 15h, na Gávea.

Tavares comemora seu primeiro gol com a camisa do Vasco (Foto: Matheus Lima/Vasco)

O JOGO

O Vasco começou a partida estudando as ações do adversário e indo para cima da marcação. A primeira investida vascaína veio logo aos 2 minutos, Emerson Urso recuperou a bola na intermediária, avançou e pouco antes de invadir a área foi tocado, falta para o Cruzmaltino. Na cobrança, Diego Fernandez acabou mandando por cima da meta. Aos 18, Tavares achou um belíssimo passe para Marlon Santos, que já dominou invadindo a área. O meia vascaíno ganhou da marcação e bateu firme para abrir o placar: VASCO 1 a 0.

Aos 23, Saulo recebeu na entrada da área, limpou a marcação e abriu na direita para Deyvson. O lateral vascaíno chegou cruzando e encontrou Diego Fernandez no segundo pau, o meia vascaíno se jogou na bola e por pouco não ampliou. A bola saiu raspando a trave adversária. Aos 36, Marlon Santos recebeu pelo meio, levantou a cabeça e achou um belo passe para Tavares. O atacante vascaíno dominou no meio da zaga, percebeu a saída do goleiro e com um toque na bola ampliou o placar: VASCO 2 a 0.

Os Meninos da Colina retornaram para a segunda etapa apostando nas descidas em velocidade aos ataque. A primeira chegada vascaína veio aos 18 minutos, Felipe Evangelista acionou Marcelinho pela direita, que disparou. O atacante vascaíno invadiu a área e cruzou para o meio, Léo Guerra chegou batendo de carrinho e por muito pouco não ampliou. O goleiro adversário se esticou inteiro e tirou em cima da linha.

Aos 23, Felipe Evangelista avançou pelo meio e acionou Léo Guerra na entrada da área. O atacante vascaíno dominou, limpou a marcação e bateu colocado. O goleiro adversário se esticou inteiro e evitou o que seria o terceiro gol vascaíno. Aos 27, o goleiro Cadu voou certeiro e defendeu o pênalti cobrado pelo Macaé. Aos 28, Felipe Evangelista acionou Marcos Paulo na entrada da área, o atacante vascaíno apenas escorou para Lucas Meireles que vinha de trás. O meia chegou batendo de primeira e mandou rente a trave adversária.

Aos 40, Deyvson cobrou escanteio pela direita e mandou na cabeça de Pimentel. O zagueiro vascaíno não conseguiu chegar inteiro na bola, apenas desviou e acabou mandando pela linha de fundo. Aos 46, Marcelinho fez bela jogada pela esquerda, invadiu a área e foi tocado, pênalti para o Cruzmaltino. Na cobrança, Marcelinho deslocou o goleiro e ampliou: VASCO 3 a 0.

Escalação do Vasco: Cadu, Deyvson, Pimentel, Lucas Peres, Chagas (Caetano) e Dijalma; Saulo (Felipe Evangelista), Diego Fernandez (Léo Guerra) e Marlon Santos (Lucas Meireles); Emerson Urso (Marcelinho) e Tavares – Técnico: Alexandre Gomes

Vasco da Gama, o time que venceu o racismo