Instagram Facebook Tiktok Youtube Twitter Flickr
Bandeiras
Destaque

Sábado, 13/03/2021

Vasco na História – Nova Iguaçu

O Nova Iguaçu talvez seja o time da primeira divisão carioca mais novo. Fundado em 01 de abril de 1990, o Clube só chegou à principal divisão do campeonato em 2006, quando fez o seu jogo de estreia com o Vasco da Gama. O projeto que levou o Nova Iguaçu à primeira divisão do Carioca envolvia Zinho e Edmundo, além de ações sociais com os moradores da Baixada Fluminense. O Projeto tinha até um slogan “Edmundo é Social”, porém, por problemas de pagamento com a empresa responsável pelo projeto, o sonho do Nova Iguaçu durou apenas duas partidas.

Edmundo deixou o Nova Iguaçu após a vitória de 1 x 0 contra o Goytacaz. Nessa partida, o jogador marcou o seu único gol pela agremiação. No final das contas, deu tudo certo para o Nova Iguaçu, que conquistou o acesso à primeira divisão do Carioca. Logo depois, Edmundo fechou um contrato com o Figueirense.

O primeiro encontro do “Carrossel da Baixada” (em referência à seleção holandesa, que também ostenta a camisa na cor laranja) com o Cruzmaltino aconteceu no dia 01 de março de 2006, pela segunda rodada da Taça Rio. A partida foi vencida pelo Vasco por 4 a 2. Os gols da partida foram marcados por Romário, de pênalti, Ramon Menezes e Valdiram, por duas vezes. O Campeonato Carioca de 2006 foi vencido pelo Botafogo, em uma final contra o Madureira. O título terminou com um jejum de 9 anos do time da General Severiano.

FICHA TÉCNICA DA PARTIDA

Vasco 4×2 Nova Iguaçu/RJ
Campeonato Carioca de 2006 – 2.º Fase (Taça Rio)
Quarta-feira, 1.° de março de 2006

Estádio: Edson Passos, Mesquita/RJ
Público pagante: 8.920 – Renda: R$82.385,00
Árbitro: Vágner Tardelli Azevedo
Gols: Romário (p) 8/1T (VAS), Schneider 27/1T (NOV), Ramon 37/1T (VAS), Deni 22/2T (NOV), Valdiram 36/2T e Valdiram 46/2T.

Vasco: Cássio; Claudemir, Jorge Luiz, Éder e Diego; Ygor, Abedi, Ramon (Ricardinho) e Morais (Ernane); Valdiram e Romário (Ives). Técnico: Renato Gaúcho.

Nova Iguaçu/RJ: Lugão; Luiz Fernando, Augusto, Léo e Schneider; Moisés (Mineiro), Mário César, Zinho e Pedrinho; Marcos Denner (Valdo) e Deni. Técnico: Toninho Barroso.


Compartilhe esta notícia
Cruz de Malta

Outras Notícias