Volante Romulo é apresentado em São Januário

terça-feira, 20/04/2021

Por: Breno Prata, São Januário

A manhã desta terça-feira (20/04) foi de apresentação em São Januário. Na sala de imprensa, o diretor executivo de futebol apresentou o sétimo reforço cruzmaltino para a temporada 2021. Trata-se do volante Romulo, de 30 anos, que vinha defendendo as cores do Shijiazhuang Ever Bright, da China e assinou contrato até o final da temporada. O experiente jogador chega para contribuir também no processo de formação dos atletas oriundos da base.

Romulo assina contrato junto com o Diretor de Futebol Alexandre Pássaro (Foto: Rafael Ribeiro/Vasco)

– Mais uma dia especial, um dia que já se repetiu em algum outro momento da história. Nós hoje estamos tendo a felicidade e o prazer de trazer o Romulo de volta para o verdadeiro lugar dele. É um cara que tem São Januário como casa. É um dia importante, um reforço importante. Será um jogador que vai nos ajudar muito dentro e fora de campo. Tem muito a acrescentar aos mais jovens com sua experiência e é por isso que a gente está feliz, esperançoso e contente com essa contratação – disse o diretor executivo de futebol Alexandre Pássaro.

Mesmo tendo vasta experiência nos cenários internacional e nacional, Romulo não escondeu a emoção ao dizer suas primeiras palavras como jogador do Gigante da Colina. O novo camisa 8 revelou sua emoção ao entrar novamente em São Januário e se disse muito honrado em vestir a camisa vascaína mais uma vez.

Romulo volta a pisar no gramado de São Januário (Foto: Rafael Ribeiro/Vasco)

– Quando cheguei em São Januário foi uma sensação de alegria muito grande. Passa pela cabeça o tempo que eu morava aqui. Olhava o profissional treinar sempre com a visão de estar em campo com eles. Com trabalho e dedicação eu conquistei isso e não tem preço. Hoje, sem dúvida, é um dos dias mais felizes da minha vida. Estou voltando para um clube onde foi o lugar que mais fui feliz. Hoje vestir essa camisa novamente é uma honra muito grande – disse Romulo.

Confira outros tópicos da coletiva:

Escolha pelo Vasco

Tratamos por 10 dias. A direção manteve em sigilo, não vazou e isso foi importante. No dia que afirmei ao Pássaro que aceitaria, nada mais me faria mudar a decisão. Graças a Deus joguei em alguns clubes e hoje posso escolher. Então, foi pelo coração.

Camisa 8 

Aprendi muito com Juninho Pernambucano. Eu me espelho nele por profissionalismo e disciplina. Quando jogamos, ele era um pouco mais velho, mas sempre foi muito dedicado. Aprendi muito.

Bola aérea 

Eu chego para somar. Um ajuda o outro em todos os momentos do jogo. Nessa questão, antigamente eu consegui ajudar e até fazer uns golzinhos.

Reconstrução do Vasco

O projeto do Vasco é muito interessante. Como em 2011, tem mescla da base com alguns mais experientes. Isso é fundamental para a renovação. Estamos no caminho certo para colocar o Vasco no lugar que é dele, a primeira divisão. Vamos lutar também pelo título da Copa do Brasil.

Diferença do Vasco 

O ponto principal é ser feliz. Quando o meu empresário me falou do interesse do Vasco, não pensei duas vezes em aceitar. Foi o lugar que mais fui feliz na minha vida. Isso é essencial.

Cirurgias 

Depois de nove anos, o jogador, por ser mais experiente, não tem mais aquela afobação do jovem. Vou tentar ajudar, dentro do padrão pedido pelo treinador. As minhas características são as mesmas: ajudar na parte defensiva e sair ao ataque quando possível para tentar fazer um golzinho. Vou ajudar para tentarmos ser campeões.

Vasco da Gama, o time que venceu o racismo