Zagueiro Manuel Capasso é apresentado no CT Moacyr Barbosa

quarta-feira, 22/02/2023

Por: João Pedro Isidro, CT Moacyr Barbosa

Décimo primeiro reforço do Vasco da Gama para a temporada, o zagueiro argentino Manuel Capasso foi apresentado oficialmente na tarde desta quarta-feira (22), no CT Moacyr Barbosa. O zagueiro recebeu a camisa 22 das mãos do Diretor Executivo de Futebol Paulo Bracks e concedeu entrevista coletiva para os jornalistas presentes.

– Estou muito feliz de estar aqui. Agradeço ao Paulo (Bracks) e a todos que tornaram isso possível, a negociação se estendeu um pouco, mas estou aqui e estou feliz. Jogo pelos dois lados, na última temporada joguei pelo lado esquerdo, mas posso jogar pelo direito, isso fica a critério do Barbieri. Estou muito feliz e já treinando com os meus companheiros. Sou um zagueiro agressivo, com bom jogo aéreo e com critério para a saída de jogo – disse Capasso.

Foto: Daniel Ramalho/Vasco

O zagueiro falou sobre os motivos que o fizeram escolher o Vasco, além disso, o jogador que foi assistir ao Maracanã assistir as duas últimas partidas do Gigante da Colina revelou ter ficado encantado com a torcida vascaína.

– Quando soube do interesse do Vasco, não tive dúvidas que deveria vir. Sabia que era uma instituição gigante aqui no Brasil. Estou muito entusiasmado e feliz por estar aqui. É um passo muito importante para a minha carreira. Vi dois jogos no Maracanã, fiquei impressionado, gostei muito da torcida. Estou feliz e confio em mim para este desafio, estou preparado – disse.

O zagueiro também falou sobre o que conhece do futebol brasileiro e espera uma rápida adaptação.

– Na Argentina nós assistimos ao futebol brasileiro. Acredito que as características que observamos é a grande qualidade técnica dos jogadores, no geral alguns campos de jogo são melhores aqui também, então o jogo fica mais rápido, mais dinâmico, ida e volta. É um futebol diferente, mas confio em uma adaptação rápida – declarou.

Quanto a parte física, Capasso, que ainda não está regularizado para poder entrar em campo, disse estar pronto para jogar.

– Me sinto muito bem, venho treinando esses dias em campo. Nunca deixei de treinar, sei que perdi as últimas partidas antes de vir, por conta das negociações, mas estou bem, estou pronto – finalizou.

https://www.youtube.com/live/yZ-b8uuh2jg

Vasco da Gama, o time que venceu o racismo