Zagueiros vascaínos lamentam resultado adverso na Taça Rio

quinta-feira, 22/03/2018

Um jogo movimentado, repleto de reviravoltas e que terminou com a classificação do Botafogo para a decisão da Taça Rio. É dessa forma que pode ser  resumido o clássico da última quarta-feira (21/03) no Estádio Nilton Santos. Apesar de criar inúmeras oportunidades e ter sido superior ao rival em grande parte do duelo, em especial no primeiro tempo, o Vasco da Gama não conseguiu deixar o gramado com o resultado positivo.


Erazo comemora gol marcado com Pikachu e Paulinho- Foto: Paulo Fernandes/Vasco.com.br

Titular da equipe comandada pelo técnico Zé Ricardo desde que foi contratado junto ao Atlético Mineiro, o zagueiro Erazo acredita que o Gigante da Colina merecia sair de campo com um placar favorável e defendeu sua tese citando a quantidade alta de chances criadas durante a partida. O camisa 3, entretanto, reconheceu que o time cruzmaltino pecou nas conclusões durante os momentos de definição.

– Ficamos chateados com o resultado, pois acredito que não foi justo sairmos de campo com a derrota, merecíamos a vitória. Tiramos todas a bola da área, não conseguimos tirar apenas uma delas e eles fizeram o gol. O time do Botafogo veio todo para frente, tentamos dominar o jogo, mas no segundo tempo ficou difícil. Eles marcaram quando a partida estava perto de acabar e isso nos complicou, não tivemos tempo para reagir. Queria valorizar o comportamento da equipe, que buscou e procurou, mas clássico é isso. Às vezes você é superior, mas partidas desse tipo não se ganha apenas fazendo um bom jogo. É preciso também finalizar bem e fazer gol – declarou o equatoriano.

Escolhido para utilizar a braçadeira de capitão na ausência de Martín Silva, o também defensor Paulão foi outro jogador a falar sobre o resultado negativo obtido diante do Botafogo. O experiente jogador lamentou o fato dos gols do Alvinegro terem saído em jogadas que o Gigante da Colina trabalhou intensamente durante a semana. De acordo com o zagueiro, porém, o Vasco irá trabalhar ainda mais forte para corrigir os defeitos apresentados.

– Sabíamos que a possibilidade do Botafogo fazer gol na nossa equipe era justamente em jogadas de bola parada e linha de fundo. Nós treinamos e trabalhamos muito isso, batemos muito nesse tecla durante a semana, mas novamente tomamos um gol decisivo numa bola parada. Acredito que não seja falta de atenção, até porque você precisa estar ligado em lances como esse. Está faltando, talvez, uma marcação mais apertada no cara que vai atacar a bola. Trabalhamos o posicionamento visando sempre evitar que o adversário venha em velocidade. Vamos trabalhar ainda mais firme para melhorar nesse aspecto – afirmou Paulão.


Paulão foi o capitão vascaíno diante do Botafogo- Foto: Paulo Fernandes/Vasco.com.br

Com o foco voltado para a semifinal geral do Campeonato Carioca, o Vasco da Gama retorna aos treinamentos na manhã desta sexta-feira (23), no CT das Vargens, em Vargem Pequena. O Cruzmaltino só conhecerá seu adversário após a final da Taça Rio, que será disputada no domingo (25). A equipe de São Januário pode enfrentar Flamengo, Fluminense ou Botafogo.