Zinho comenta retorno ao Amazonas e projeta Clássico dos Milhões

quarta-feira, 20/04/2016

A preparação vascaína para a decisiva partida contra o Flamengo segue a todo vapor em São Januário. Na manhã desta quarta-feira (20/04), o elenco cruzmaltino voltou a suar a camisa em atividades físicas e técnicas. Os trabalhos duraram aproximadamente duas horas e foram comandados, num primeiro momento, pelo preparador Joelton Urtiga. Na sequência, Jorginho assumiu a direção junto com seus auxiliares.

Um deles, o tetracampeão mundial Zinho, foi o escolhido para conceder entrevista coletiva na sala de imprensa. A realização do “Clássico dos Milhões” em Manaus foi um dos temas abordados pelos jornalistas durante o bate-papo. Embora lamente a ausência do Maracanã, o ex-jogador rasgou elogios para a capital amazonense. Zinho acredita que a Arena da Amazônia é um palco à altura desse jogo decisivo.

– Se tivesse a possibilidade, seria lindo jogar no Maracanã. Seria o ideal atuar no Rio de Janeiro, mas Manaus é uma opção belissíma. Vivemos isso recentemente na final da Taça Guanabara. A recepção foi de emocionar todos que estavam lá. Ficamos todos arrepiados. Nossos treinos e o hotel estavam sempre repletos de torcedores. Acredito em casa cheia, estádio lotado, digno de uma decisão, de um clássico dessa magnitude – afirmou o auxiliar.


Zinho concede entrevista coletiva na Colina- Foto: Paulo Fernandes/Vasco.com.br

Invicto há 21 jogos, o Vasco está oito partidas sem saber o que é ser derrotado pelo próximo adversário. Os números recentes, porém, não trazem nenhum tipo de relaxamento para o clube de São Januário. De acordo com Zinho, o Almirante irá encarar o duelo com o Flamengo com a maior seriedade possível, mantendo sempre os pés no chão. O profissional falou também sobre a vantagem do empate que o Cruzmaltino possui.

– Esses números são frutos do nosso trabalho, de tudo que vem sendo realizado pelo Vasco da Gama. É uma motivação, mas isso não decide partidas. O Fluminense tinha a vantagem do empate e nós revertemos. Não se pode entrar num jogo desse pensando no empate. Vamos jogar sem mudar nossa característica, nossa atitude e com respeito ao adversário, um time de altissímo nível. Dentro da partida, se o resultado de empate acontecer, ótimo, estaremos classificados, mas não podemos entrar pensando nele. Estamos focados e conscientes da importância desse jogo – declarou o tetracampeão mundial.

Vasco e Flamengo se enfrentam no próximo domingo (24), às 16 horas, na Arena da Amazônia. Por ter conquistado o título da Taça Guanabara, o Gigante possui a vantagem do empate. Em 2016, cruzmaltinos e rubro-negros se enfrentaram em duas ocasiões. Na primeira delas, em São Januário, triunfo vascaíno por 1 a 0, com gol de Rafael Vaz. Já o segundo duelo, ocorrido em Brasília, empate por 1 a 1. Marcelo Cirino balançou as redes para o clube da Gávea e Riascos para o Almirante.

Vasco da Gama, o time que venceu o racismo