Em 14/08/2014 às 15h44


Vasco perde por 1 a 0 para o Atlético-MG fora de casa

Por: Vasco.com.br

O Vasco perdeu para o Atlético-MG por 1 a 0, neste domingo (12), no estádio Independência, em Belo Horizonte. O gol do adversário foi marcado por Jô na segunda etapa. Com o resultado, o Gigante da Colina perdeu a invencibilidade fora de casa e a defesa levou um gol após sete jogos sem sofrer um tento. O Atlético-MG abriu quatro pontos de diferença para o Cruz-Maltino e segue lider do Campeonato Brasileiro.

O jogo

Primeira etapa equilibrada

O Atlético-MG começou a partida pressionando o Vasco no seu campo defensivo, como costuma fazer quando atua em casa. O Gigante da Colina usou a sua experiência para conter esse ímpeto ofensivo do adversário, equilibrando o confronto e criando a primeira oportunidade clara de abrir o placar.

Aos 14 minutos, Juninho cobrou escanteio na cabeça de Douglas que finalizou por cima da baliza atleticana com muito perigo. Instantes depois, a equipe mineira respondeu em um contra-ataque muito rápido. Bernard tocou para Jô que ficou cara a cara com o Fernando Prass. O atacante, contudo, chutou com o pé direito para fora!

Após a partida ficar presa no meio de campo por causa da forte marcação dos dois times, o Atlético-MG voltou a assustar o Vasco. Pierre e Guilherme fizeram uma bonita tabela dentro da área vascaína e cruzou a bola rasteira, Jô chegou atrasado e não conseguiu empurrar a bola para dentro do gol.

Depois de insistir em ligações diretas da defesa para o ataque sem surtirem efeito, Dedé acertou um belo lançamento para Carlos Alberto. O camisa 84 da Colina limpou dois marcadores e finalizou forte. A bola desviou em Rever. Os jogadores cruz-maltino reclamaram de pênalti, pois a bola teria batido no braço do zagueiro. A arbitragem, por sua vez, marcou o impedimento de Alecsandro, que estava no lance.

Com o final da etapa mais aberta porque os dois times estavam saindo para o ataque, o Atlético conseguiu abrir o placar aos 39 minutos com Jô. O juiz, entretanto, invalidou o tento corretamente, pois o atacante estava em posição ilegal. No minuto seguinte, Auremir cabeceou muito bem para uma grande defesa do goleiro Victor.

Atlético-MG abre o placar e segura o resultado

O técnico vascaíno, Cristóvão Borges, tirou o atacante Eder Luis devido a uma lesão. Em seu lugar entrou o equatoriano Tenorio. Logo em sua primeira jogada, o Demolidor se livrou da marcação pela esquerda e cruzou rasteiro para Alecsandro, que não conseguiu aproveitar o lance para abrir o placar.

Enquanto o Atlético arriscava chutes de longe sem muito perigo e tabela rápidas que eram desarmadas pelo setor defensivo vascaíno, o Trem Bala da Colina criava chances mais solidas de gols. Aos 11 minutos, Juninho Pernambucano cobrou falta lateral para dentro da área e Alecasandro, sozinho, finalizou para fora.

Com o decorrer da partida, o Atlético passou a ter mais qualidade no ataque. Aos 20 minutos, Ronaldinho Gaucho cobrou falta com força e efeito, mas a Muralha da Colina realizou uma grande defesa.  Quatro minutos depois, Ronaldinho fez grande jogada pela esquerda e cruzou. Prass tentou cortar, mas a bola sobrou na cabeça de Jô, que abriu placar.

Aos 28 minutos, Tenorio, que aparecia muito bem no jogo, sentiu uma contusão na panturrilha direita e foi substituído por Willian Barbio. O meio de campo do Vasco seguia com dificuldade de articular as jogadas por causa da forte marcação adversária. Com isso, o setor defensivo cruz-maltino continuou tentando fazer uma ligação direta para o ataque, facilitando para a defesa atleticana recuperar a bola.

O Gigante da Colina voltou a levar perigo ao adversário em uma cobrança de falta do Reizinho Juninho Pernambucando. O capitão vascaíno bateu na bola com força e a bola fez efeito, passando rente à trave do Atlético-MG. Esse foi o último lance de perigo do confronto entre Atlético-MG e Vasco, que terminou com a vitória da equipe mineira.

Próximo jogo
O Vascão recebe o Coritiba em São Januário, nesta quinta-feira (16), às 20h30.

FICHA TÉCNICA:
ATLÉTICO-MG 1 X 0 VASCO

Local: Arena Independência, Belo Horizonte (MG)
Data/Hora: 12/8/2012 - 16h (de Brasília)
Árbitro: Wilson Luiz Seneme (SP)
Auxiliares: Marcelo Van Gasse (SP) e Emerson Augusto de Carvalho (SP)
Cartões amarelos: Jô, Leonardo Silva, Escudeiro (ATM); Tenorio, Juninho (VAS)
Gols: Jô, 24’/2ºT (1-0)

ATLÉTICO-MG: Victor; Marcos Rocha, Leonardo Silva, Réver e Júnior César; Pierre, Leandro Donizete, Bernard (Serginho, 38’/2ºT), Guilherme (Escudeiro, 15’/2ºT) e Ronaldinho Gaúcho (Richallyson, 45’/2ºT); Jô. Técnico: Cuca.

VASCO: Fernando Prass; Auremir, Douglas, Dedé e William Matheus; Nilton, Wendel, Juninho e Carlos Alberto (Fellipe Bastos, 20’/2ºT); Eder Luis (Tenorio, intervalo) (Willian Barbio, 28’/2ºT) e Alecsandro. Técnico: Cristóvão Borges.

Comente essa notícia

Videos

#JamaisTerásACruz

desenvolvido por: