Em 14/08/2014 às 15h44


Vasco joga bem e vence Palmeiras de virada

Por: Fabio Ramos

Com o interino Gaúcho no comando, o Vascão entrou em campo nesta quarta-feira (12), às 21h50, procurando se manter no G-4 pela 49ª rodada consecutiva. Contando com as voltas de Dedé, William Matheus e Wendel, o Gigante da Colina venceu o Palmeiras por 3 a 1, em São Januário. Com o resultado, o Vasco permanece na quarta colocação, com 42 pontos, ficando a, apenas, dois do Grêmio, que joga na quinta-feira (13).

O jogo

Vasco sai atrás, mas se recupera e empata

Precisando vencer, o Vascão começou bem o jogo. Logo aos quatro minutos, chegou com muito perigo. Tenorio escapou pela esquerda, pedalou para cima da marcação palmeirense e cruzou. Wellington apareceu para afastar, mas quase mandou contra o próprio gol, por cima do travessão de Bruno. Um minuto depois, Tenorio novamente escapou pela esquerda, deixou Artur para trás e armou para Jhon Cley. O meia chutou da entrada da área, mas manou por cima do gol do Palmeiras.

O Gigante da Colina pressionou, e, aos oito, em cobrança falta de Juninho, Bruno afastou a bola. O Palmeiras até tentou chegar ao gol vascaíno, mas sem muito perigo. Aos 13, Valdivia pegou sobra de bola na intermediária e chutou de longe, mas a bola desviou em Dedé e não chegou ao gol de Fernando Prass. Aos 23, após cruzamento de Tiago Real, Wellington desviou de cabeça e obrigou Prass a fazer uma grande defesa. Porém, no rebote, Luan marcou.

Após o gol, o Vasco foi para cima e, aos 29, Tenorio empatou o jogo, após passe de cabeça do atacante Alecsandro. Aos 34, Fernando Prass salvou o que seria o segundo gol dos visitantes. Valdivia chutou de longe, a bola bateu no gramado e deu um pequeno pulo, mas o goleiro vascaíno, atento na jogada, esticou a mão esquerda e espalmou. No minuto seguinte, William Matheus cruzou rápido para o meio da área, onde estava Tenorio, que cabeceou, sozinho, e mandou por cima do gol.

O Vasco jogou melhor. O Palmeiras aproveitou uma das poucas chances que teve durante a primeira etapa e marcou o gol, mas logo em seguida o Trem Bala da Colina empatou e voltou a ditar o ritmo. Com um minuto de acréscimo, o árbitro gaúcho, Wilton Pereira Sampaio, encerrou o primeiro tempo.

Vasco melhora e amplia

A segunda etapa começou com o Palmeiras indo ao ataque. Com menos de um minuto, após cruzamento de Luan, a zaga vascaína afastou para escanteio. Em seguida, Tiago Real chutou de longe, a bola desviou e saiu, novamente, em escanteio. Aos dois, Luan saiu na cara de Fernando Prass, que salvou mais uma vez o Vascão.

A resposta do Vasco foi imediata. Aos seis, após cobrança de Juninho, Nilton apareceu na entrada da pequena área e cabeceou para o fundo do gol, virando a partida para o Gigante da Colina. Após o gol, o Palmeiras foi em busca do empate.

Aos 20, Juninho cobrou mais uma falta, dessa vez de longe, e Bruno espalmou para escanteio. O Vasco passou a administrar o jogo e tentou jogar nos erros do adversário. Em consequência disso, o Palmeiras foi ao ataque e teve que se abrir. Em mais um contra-ataque rápido, Juninho recebeu grande passe de Tenorio e chutou na saída de Bruno, ampliando para o Vascão.

Após o terceiro gol, o Palmeiras foi para o tudo ou nada. Aos 30, Correa recebeu bom passe de Valdivia na entrada da área, pela direita, e arriscou o chute de longe. A bola passou longe do gol defendido por Fernando Prass. O Vasco jogava no nervosismo do Palmeiras. Aos 35, em nova cobrança de falta, Juninho levou muito perigo ao gol do Palmeiras. Ao final da partida, o Palmeiras até tentou uma reação, mas não obteve sucesso.

Com o resultado, o interino Gaúcho chega a sua sétima vitória no comando da equipe, somando todas suas passagens, em um total de 13 jogos.

Próximo jogo

O Vasco agora enfrentará o Cruzeiro, neste domingo (16), às 16h00, no estádio Dilzon Melo, em Varginha.

Ficha Técnica
VASCO 3 X 1 PALMEIRAS

Local: São Januário, Rio de Janeiro (RJ)
Data-Hora: 12/09/2012 - 21h50 (de Brasília)
Árbitro: Wilton Pereira Sampaio (GO)
Auxiliares: Altemir Hausmann (RS/FIFA) e Rafael Da Silva Alves (RS)
Cartões amarelos: Jhon Cley, Alecsandro, Nilton, Felipe e Douglas (Vasco); Henrique e Wellington (Palmeiras)
Gols: Luan, 23/1ºT (0-1); Tenorio, 29/1ºT (1-1); Nilton, 6/2ºT (2-1); Juninho, 26/2ºT (3-1)

VASCO: Fernando Prass; Max (Luan, 172ºT), Dedé, Douglas e William Matheus; Nilton, Wendel, Jhon Cley (Felipe, 13/2ºT) e Juninho; Tenorio e Alecsandro (Eder Luis, 31/2ºT). Técnico: Gaúcho.

PALMEIRAS: Bruno; Artur, Maurício Ramos, Wellington, Juninho; Henrique, Correa, Tiago Real (Vinicius, 17/2ºT) e Valdivia; Luan (Betinho, 38/2ºT) e Barcos (Obina, 25/2ºT). Técnico: Luiz Felipe Scolari.

Comente essa notícia

Videos

#JamaisTerásACruz

desenvolvido por: